20/03/2017 às 10:06 - Atualizado em 19/04/2017 às 09:16

Fecomércio articula a criação de uma Frente Parlamentar em defesa do empresário.

Web

Fecomércio articula a criação de uma Frente Parlamentar em defesa do empresário

Entidade busca apoio da classe política para levar ao legislativo a discussão em prol do Comércio de Bens, Serviços e Turismo

A convite do presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio AL), Wilton Malta, o deputado estadual Tarcizo Freire (PP) esteve ontem (21/03), na sede da Federação. O objetivo do encontro foi solicitar ao deputado apoio para a instalação de uma Frente Parlamentar em defesa do Comércio de Bens, Serviços e Turismo.

O gestor da Federação expôs a Freire que o convite busca potencializar a articulação com a classe política para levar ao legislativo a discussão do apoio ao comércio e relembrou o peso do segmento para a economia do Estado, uma vez que representa 72% do PIB e responde por 60% dos empregos formais.

Para ressaltar a importância da interação com o legislativo, Malta exemplificou a situação de empresas que estão com títulos protestados em cartório por parte da Fazenda Estadual. “Empresários estão ligando praticamente com um pedido de socorro. Sabemos que a ação do governo é legal, mas poderia ser feita de outra forma, como uma negociação. Os impactos do protesto vão além da cobrança. A empresa deixa de comprar, deixa de vender, não pode tirar dinheiro no banco e, sem dinheiro, como manter os empregos?”, questionou. A entidade aposta na sensibilidade do Executivo acerca do cenário econômico para criar um programa de parcelamento que possa dar condições dessas empresas se regularizarem. E, caso já estivesse instalada, a Frente Parlamentar contribuiria nesse processo.

A mesma opinião é a do presidente do Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidores em geral do Estado de Alagoas (Sincadeal), Valdomiro Feitosa. Para ele, uma Frente Parlamentar fortaleceria o diálogo com o Executivo. “O setor atacadista tem sofrido os impactos da criação do Fecoep e de outras taxas. Costumamos dizer que o secretário [Fazenda] hoje é de fácil acesso, mas gosta de arrecadar. Essa questão da Substituição Tributária no atacado, por exemplo, quita todos os impostos para somente depois repassar ao consumidor. Se acontecer alguma coisa no meio do caminho, como o caminhão tombar ou a carga for roubada, para o Estado não interfere, pois está com seu imposto pago, mas ao empresário fica o prejuízo”, ponderou.

Nesse contexto, a assessora técnica da Fecomércio, Izabel Vasconcelos, reforçou: “A gente percebe a importância e urgência de levar essa discussão de apoio do comércio ao legislativo. Recebemos demandas de nossos empresários, que têm clamado sobre o que fazer diante das dificuldades, e o legislativo estadual é o responsável pela construção das políticas que interferirão nos negócios desses empresários”, disse. Para a assessora, com Frente será um canal de comunicação cuja pauta não será apenas de reivindicação, mas também de orientação e informação política.

O deputado Tarcizo Freire se entusiasmou com a proposta. “Vamos trabalhar para criar a Frente Parlamentar. Garanto também participar dela como membro. No que estiver ao alcance da Casa Tavares Bastos, estamos à disposição de vocês”, afirmou. Com a experiência de quem realiza trabalhos sociais e vê de perto os impactos gerados pela ausência de empregos ou perspectivas, Tarcizo também defende que é preciso estimular o comércio.

A proposta inicial para a articulação desse trabalho seria uma Audiência Pública na qual o Instituto Fecomércio apresentaria os dados da economia de Alagoas, informações sobre os índices de criação e mortalidade das empresas e o atual cenário, dentre outros pontos.

Assim como o encontro de hoje, a Federação convidará outros deputados a abraçarem a causa. Em recente visita à diretoria do Sistema, a deputada Jó Pereira (PMDB) também demonstrou interesse para a articulação da Frente.

Participaram do encontro o diretor regional do Sesc, Willys Albuquerque; os presidentes do Conselho Fiscal da Fecomércio, Antônio Pinto; do Sindilojas União, Adeildo Sotero; do Sincadeal, Valdomiro Feitosa; e da Junta Governativa do Sincofarma, José Carlos Medeiros; os assessores da Fecomércio, Felippe Rocha e Cláudia Pessoa; a gerente administrativa da Federação, Yara Freire; e, pelo Senac Alagoas, a diretora de Administração e Serviços, Ivanilda Mendes, e o coordenador de Planejamento, Joel Rodrigues.

Problemas com a imagem

Sobre o Sindicato

Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor do Estado de Alagoas

  • Endereço:
    Rua Afonso Pena, 89 - Farol
  • CEP: 57051-040
  • Processo: 051
  • Telefone(s):(82) 3336-3223
    Fax:(82) 3336-3223
  • Email contato: atacadista@fecomercio-al.com.br
  • Presidente:
    VALDOMIRO FEITOSA BATISTA